Skip to main content

Tipos de massa: a infinita lista que você precisa conhecer – parte 3 – Final

Nossa série sobre tipos de massas está chegando ao final. No primeiro texto, trouxemos um pouquinho de informação sobre massas secas e frescas, formatos de massas e alguns dos seus tipos e combinações de molhos. Já no segundo, tratamos sobre a divisão das massas secas e explicamos mais alguns tipos e combinações de molhos.

Agora, para finalizar, iremos falar de massas recheadas, pré-cozidas e massas instantâneas, e finalizaremos com mais alguns tipos e combinações. Veja:

Massas recheadas: elas ficam deliciosas quando preparadas no forno e gratinadas. Existem vários tipos: ravioli, rondelli, capeleti, conchiglione, tortelline e caneloni são os mais conhecidos. Nesse tipo de massas, tente usar molhos que não briguem com o recheio. Se possível, opte por ingredientes mais suaves.

Massas instantâneas: é uma massa de preparo extremamente rápido graças ao pré-cozimento que recebe durante seu processo de fabricação, que termina com uma espécie de “fritura” e a deixa sequinha novamente, pronta para ser embalada e preparada pelo consumidor. Podem ser encontradas em diversas versões (como talharim ou yakisoba) e diversos sabores.

Massas pré-cozidas: com um princípio semelhante ao das massas instantâneas, as massas pré-cozidas passam também por um processo de cozimento prévio (por vapor ou água fervente), o que atribui a vantagem do rápido preparo. Os tipos mais comuns dessa variedade são as lasanhas e as massas curtas

Aqui vai mais alguns tipos de massas e sugestões de combinações de molhos para complementarmos ainda mais a listagem que já vimos:

Farfale: também conhecido como gravatinha ou borboleta. Indicada para sopas, saladas e ensopados. Sendo cheia de curvas, ela absorve bem os molhos e os mais indicados são os a base de verduras, carnes e os cremosos a base de queijo.

Risoni: é um macarrão pequeno, com forma de arroz, conhecido também por risi ou pasta a riso. Muito usada para sopas, saladas, arroz de forno, entre outros, pode ser usada para ser servida com molhos ou até mesmo imitando um risoto de arroz. Cai bem com molho de tomate, cogumelos e nozes, ao estilo toscano.

Capeletti: por ser uma massa recheada (carne, frango, queijo e presunto) e ter o formato de trouxinha, é ideal para gratinar ou servir em sopas, saladas ou aos molhos bolonhesa, bechamel ou molhos encorpados a base de manteiga e ervas. Tome cuidado com molhos ou acompanhamentos muito fortes, pois eles podem tirar o sabor do recheio do capeletti.

Lasanha: é uma massa maior, achatada e que pode ser lisa ou com ondulações nas extremidades. Elas podem ser recheadas ou intercaladas e aceitam inúmeros tipos de recheios. Os molhos para acompanhá-las variam conforme seus recheios e podem ser leves ou intensos.

Existe ainda uma infinidade de variedades e você pode encontrar mais conteúdos na internet ou em livros sobre outros tipos que não citamos, mas que também são excelentes opções para você elaborar pratos deliciosos. Um bom prato de massa sempre cai bem. Ele pode ser feito de forma prática e rápida ou rebuscada, mas o que importa mesmo é que um prato feito com amor e carinho é sempre especial!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *