Skip to main content

Tipos de massa: a infinita lista que você precisa conhecer – parte 2

No post anterior (Tipos de massa: a infinita lista que você precisa conhecer – parte 1), conhecemos a divisão inicial das massas – pasta fresca e pasta seca –, seus formatos e também falamos dos tipos: capeleti, spaghetti, fidelini e nhoque. Nesta continuação, iremos aprender um pouquinho mais. Acompanhe-nos!
Iremos entender um pouco sobre a divisão das massas secas. São aquelas encontradas nos supermercados e não são perecíveis. Sua grande vantagem é o rendimento e a facilidade no preparo. Elas são divididas conforme os tipos de insumos que são adicionados à massa para a sua fabricação. São elas:
Massa Comum: é a mais tradicional e leva apenas farinha e água em sua composição.

Massa de sêmola: esta variedade tem mais qualidade porque é produzida com um tipo de farinha nobre.

Massa com ovos: como o próprio nome diz, adicionam-se ovos na sua fabricação.

Massa grano duro: produzida com um tipo de trigo chamado “trigo durum” que a deixa com aspecto mais soltinho e “al dente”.

Massa integral: leva mais fibras em sua composição se comparada com as demais.

Massa com vegetais: são coloridas naturalmente com a adição de vegetais na composição.

Massa caseira: não confunda com a massa fresca! Ela se difere por seus ingredientes e por ser mais porosa (a massa fresca é mais lisa), podendo ser produzida com ou sem ovos.

Agora vamos ver mais alguns tipos de massas e sugestões de combinações de molhos para irmos complementando a listagem que já estudamos:
Fettutine: seu formato é comprido e achatado com espessura grossa, sendo ideal para molhos de ervas (pesto, por exemplo), de carnes ou molhos brancos.

Talharim: não confunda com o fettutine, o talharim tem a fita de massa mais estreita 😉 E vai muito bem acompanhado com camarão e molho rosé.

Fusili: nosso querido “parafuso”. Por ter este formato que ajuda a reter o molho, ela vai bem com praticamente todos os tipos, então, pode soltar a imaginação!

Bucatini: este parente do spaghetti e também conhecido por perciatelli diferencia-se por ter um buraco no meio, o que ajuda na absorção do molho. Combina com molhos a base de vegetais, queijos ou amanteigados, podendo ser os molhos alfredo, puttanesca ou pesto.

Tenha sempre em mente: não importa o tipo da massa, fresca ou seca, o que importa é deliciar-se com um bom prato feito com muito amor e carinho!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *