Skip to main content

Molhos: instruções básicas que você precisa conhecer

Quantas vezes você foi fazer uma receita nova e ficou se perguntando: “e agora, qual molho combina?”. Os molhos têm muitas variações e podem ser salgados, adocicados, agridoces, mais líquidos ou encorpados, leves ou pesados e podem ser servidos em pratos quentes ou frios, sendo eles saladas, carnes bovinas ou suínas, aves, peixes ou guarnições.

A base da preparação de um molho é ter um bom “fundo”, que são os caldos básicos e que devem ser preparados com produtos de qualidade e no tempo correto. Normalmente, os fundos são compostos por três componentes: nutritivo ou de base – ossos, aparas de carne, espinhas de peixe, frango ou legumes –, componentes aromáticos (temperos) e componentes líquidos (água ou vinho). Além destes, ainda existem os fundos gordurosos à base de manteiga e os reduzidos.

Depois da base, vem a elaboração dos molhos, que podem ser classificados como básicos e os derivados, que são molhos construídos a partir dos clássicos. Os molhos são divididos em:

Frios: líquidos ou emulsificados.

Quentes: base escura, base clara, ferruginosos ou emulsificados.

Especiais: que não se enquadram nas categorias acima.

Unindo-se o fundo com outros ingredientes básicos e temperos, começam a surgir os molhos. Na hora de preparar ou escolher o molho a ser usado você precisa levar em consideração as classificações apresentadas e o prato que irá servir, combinando o molho de forma que haja harmonia, trazendo mais sabor sem esconder o ingrediente principal que está sendo servido. Em resumo, o molho serve para “elevar” o prato.

Agora você já sabe: o molho certo pode ser a salvação de um prato. Ele faz toda diferença!

Se preferir, pode usar os molhos prontos que são vendidos congelados. O DiPaolo tem uma linha com molhos especiais que simplificam a cozinha e dão o verdadeiro sabor de “feito em casa”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *