Skip to main content

A inovação no Grupo Casa DiPaolo

Por Paulo Geremia
Sócio-fundador do Grupo Casa DiPaolo

Recentemente, tive duas oportunidades de compartilhar um pouco sobre a história e principalmente as inovações que praticamos ao longo de 24 anos no Grupo Casa DiPaolo para públicos muito especiais no 14o Congresso da Federasul e no Tá na Mesa, também da mesma entidade. Agora aproveito o ensejo para condividir o tema com os amigos do CIC de Bento Gonçalves, entidade da qual faço parte com muito orgulho e que desenvolve um trabalho fundamental em nosso Estado.

Gosto de remontar a história da nossa empresa aos valores que aprendi com minha família quando ainda era criança em Guaporé. Vivíamos na roça, sem eletricidade ou muitos confortos, e aprendemos a fazer as coisas com a mão: comprávamos a ponta da enxada, mas o cabo era feito por nós; criávamos animais para nossa subsistência; trabalhávamos a terra de onde tirávamos nosso sustento. Foram valores que, apesar de simples, forjaram em nós um caráter inestimável e com quais desenvolvemos atitudes significantes para toda a vida, como o amor ao trabalho, o respeito à natureza, o saber fazer em conjunto com os demais.

Aos meus 18 anos, como era comum na época, fui trabalhar no quartel em Bagé, onde aprendi o ofício que ditaria o norte da minha vida: garçom. De lá fui para Torres para aplicar minha experiência no mercado e depois retornei à Serra, em Bento Gonçalves, onde me dediquei de corpo e alma à gastronomia no antigo restaurante Pão e Vinho, muitas vezes até dormindo no próprio local. Foi nesse empreendimento em que aprendi a trabalhar em todos os setores de um restaurante: desde o atendimento ao cliente, caixa, compras, churrasqueiro etc. Depois de novas experiências em outros negócios, mas sempre ligados ao setor gastronômico, em 1994 lançamos em terra a semente daquilo que hoje é o Grupo Casa DiPaolo: inauguramos o restaurante Giuseppe Posto per Mangiare, em Garibaldi, que anos mais tarde teve sua marca trocada para Casa DiPaolo.

Ao longo desses anos, desenvolvemos uma série de inovações que cada vez mais nos profissionalizaram e possibilitaram nosso crescimento. Entre elas, destaco três eixos: produto, negócio e pessoas. Em produto, identificamos que era necessário ter algo bem definido, ou seja, a típica culinária italiana da Serra Gaúcha, com destaque para o galeto al primo canto, mas com uma estética diferenciada. Nesse processo, também promovemos a inovação junto aos nossos fornecedores, como as churrasqueiras móveis, uma estufa para cultivo da radicci e uma fábrica de massas, esta, inclusive, que nos possibilitou lançar a DiPaolo Alimentos, em parceria com a família Bellé, em que comercializamos as massas e molhos servidos nos restaurantes para o público.

Em negócio, preocupamo-nos em estabelecer o “jeito de Ser DiPaolo”, que vai desde a escolha por locais próximos à natureza, com amplo estacionamento, passando pela decoração interna dos restaurantes até o estilo de serviço. Neste item, estabelecemos um padrão de pequenas porções servidas à mesa, à vontade, quando o cliente deseja, evitando assim o desperdício e mantendo os alimentos sempre quentes e frescos.

Por fim, em pessoas, praticamos a meritocracia e acreditamos que o colaborador precisa fazer bem a sua vida fora da empresa para realmente ajudar o projeto. Foi se preocupando em questões como essas que criamos a Escola DiPaolo, que é um extenso programa de formação e atualização de nossos profissionais em relação a todo o conhecimento técnico para atuação na empresa e também informações comportamentais.

Acreditamos que nosso cliente, quando recebe com amor e com qualidade aquele produto, amplia-se e fica feliz. Ele faz sua refeição e sai de nossas casas se sentindo melhor do que quando entrou. Não porque apenas saciou sua fome, mas porque teve uma experiência memorável de qualidade e de serviço que faz com que ele compartilhe aquela sensação e queira que seus amigos e conhecidos também a tenham. É esse resultado que justifica e norteia nosso trabalho diário em todas as nossas 12 casas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *