Skip to main content

Dicas básicas de harmonização de vinhos e massas

Essa é uma dupla mais que espetacular! Um bom vinho e bellissimo piatto di pasta (belo prato de pasta)! Huumm… Essa é com certeza uma combinação que deixa qualquer pessoa feliz. E você sabe como funciona a harmonização de vinhos e massas?

Nas massas, o molho é a estrela, então combinar com um bom vinho pode elevar ainda mais o sabor do prato em um casamento mais que perfeito. Caso contrário, pode ocorrer uma “briga” entre esse casal e deixar o relacionamento entre os dois um pouco confuso.

No caso das pastas e dos vinhos, a combinação varia muito conforme o molho, sabemos que eles podem ser muito diversificados indo desde os leves e delicados até os mais gordurosos e pesados e, é claro, os picantes. Mas você não precisa ser um expert no assunto para poder fazer uma boa harmonização. Existem regras básicas de harmonização que você deve levar em consideração: sabores dos alimentos, quantidade de gordura do prato, acidez ou doçura do vinho e quantidade de taninos. Você pode se aprofundar um pouco mais lendo nosso artigo sobre harmonização aqui.

Considerando essas premissas, elencamos algumas dicas rápidas para você acertar na harmonização conforme cada tipo de molho:

 

Essas combinações com certeza lhe ajudarão na hora de escolher as melhores opções para o molho da sua preferência.

Lembre-se: bons momentos são feitos de boa bebida, boa comida, mas principalmente de boa companhia, então chame a família, os amigos ou aquela pessoa especial para um almoço ou jantar e transforme simples momentos em datas inesquecíveis!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *